Mamoplastia
Mamoplastia
Ver mais

As mamas desproporcionais, flácidas, assimétricas, com formato e posicionamento inadequados interferem na auto estima da mulher. A cirurgia realizada com as menores cicatrizes possíveis, a sustentação interna do tecido mamário, o uso eventual da inclusão de implantes de silicone são diferenciais utilizados para atingir o sucesso deste tipo de procedimento estético.

Com o idade a fisiologia dos hormônios femininos mudam e ocorre uma diminuição do tecido mamário, a sua substituição por gordura e consequente tendência a queda. A mamoplastia é realizada para reverter esse quadro, deixando as mamas  mais simétricas, harmoniosas e com um formato mais agradável.

A presença de mamas desproporcionais é um elemento de grande conflito interior, o que leva a um reflexo natural de baixa auto estima. Esta alteração anatômica pode provocar dor na região da coluna devido ao peso excessivo das mamas. Os vícios de postura criados para ocultar o tamanho das mamas  também colaboram para este desconforto.

A mamoplastia harmoniza a silhueta corporal, modifica o volume, a forma e a posição da mama no tórax. A técnica cirúrgica utilizada depende do tamanho da mama, da redução pretendida e do grau de flacidez.

As cicatrizes resultantes da técnica cirúrgica são definitivas, portanto é fundamental o cuidado do cirurgião na finalização da cirurgia, e da paciente em  fazer o repouso  e seguir as orientações médicas. A quantidade de cicatrizes está relacionada ao tamanho do ajuste de pele necessário variando da cicatriz periareoloar,  vertical, em formato de “L” e se necessário “T” invertido.

A cirurgia é realizada com o intuito estético,  preservando a questão funcional da mama ligada a sensibilidade e a amamentação. É possível associar a mamoplastia ao tratamento de eventuais doenças benignas da mama, como a displasia mamária (cistos). É comum a associação de implantes de silicone para atingir o sucesso do procedimento, dependendo da avaliação médica e do desejo da paciente, especialmente nos casos onde ocorreu uma atrofia do tecido mamário  após a gestação.

A cirurgia é realizada sob anestesia peridural ou anestesia geral. O tempo de internação habitual é de 24 horas. O retorno as atividades físicas é progressivo, após cerca de 30 dias é possível dirigir e fazer movimentos mais amplos com os braços, sempre com bom senso e orientação médica.

O acompanhamento pós-operatório de 6 meses tem o objetivo de conduzir ao melhor resultado estético, especialmente em relação a qualidade das cicatrizes.

Prótese da Mama
Prótese da Mama
Ver mais

O aumento das mamas através da inclusão de silicone é uma realidade segura e amplamente utilizada. A correção da forma, do tamanho e da queda da mama, que são alterações observadas principalmente após a gestação, necessitam de um ajuste de pele, nestes casos está indicada a mamoplastia associada a inclusão de próteses de silicone.

A evolução tecnológica que ocorreu na confecção das próteses as tornaram mais seguras e resistentes, e os estudos recentes constataram uma maior biocompatibilidade do silicone de uso humano. A indicação da cirurgia deve ser feita sob consulta, avaliando as características da pele local para a perfeita adequação do volume da prótese ao envelope cutâneo existente. O aumento desejado do manequim é discutido criteriosamente, procurando sempre que possível atender a expectativa da paciente na busca de um manequim harmonioso, evitando o aumento exagerado. A via de acesso para colocação das próteses é discutida na consulta podendo ser utilizada a via sulco sub-mamário, areolar e a axilar.

A cirurgia é realizada sob anestesia local com sedação, peridural ou anestesia geral, e o período de internação é de 12 a 24 horas. O retorno as atividades físicas ocorre progressivamente após 30 dias da cirurgia.

Mini-Abdomen
Mini-Abdomen
Ver mais

Nos casos onde o acúmulo de gordura é acompanhado de discreta flacidez de pele, a associação da lipoaspiração com o tratamento da musculatura e a remoção da pele em excesso, promovem uma melhora acentuada da porção anterior do abdomen. A indicação desta técnica tem um papel importante nos casos pós- gestação, quando a paciente tem um retorno do seu peso mas persiste com acúmulo no abdomen inferior.

A presença da projeção anterior do abdomen (abdomen globoso), com uma flacidez muscular discreta, associada ao acúmulo de gordura e pele, constitui a indicação adequada para a realização da técnica de mini-abdominoplastia. Esta cirurgia vem atender um grande número de casos, onde uma lipoaspiração isolada não é suficiente, assim como, uma plástica de abdomen convencional seria exagerada.

A técnica consiste na  lipoaspiração do acúmulo localizado de gordura  na parede anterior e lateral do abdomen, e o tratamento da musculatura abdominal, o que diminui a extensão do descolamento de pele e portanto o trauma cirúrgico. A cicatriz umbilical é mantida intacta ou apenas reposicionada conforme a necessidade do ajuste de pele. A remoção de pele em excesso resulta em uma  cicatriz  menor do que a de uma abdominoplastia convencional, e posicionada na região correspondente a uma cesárea.

A cirurgia é realizada sob anestesia peridural ou anestesia geral. A permanência hospitalar é de 24 horas.

A limitação de movimentos e exercícios é menor do que a cirurgia completa de abdomen, porém o repouso é necessário principalmente nos primeiros 30 dias.

As atividades físicas são liberadas progressivamente e sob orientação médica.

Lipo-Abdominoplastia
Lipo-Abdominoplastia
Ver mais

A correção do abdomen com predomínio do acúmulo de gordura em relação a flacidez muscular pode ser realizada utilizando esta técnica. No mesmo ato operatório realiza-se a lipoaspiração, o tratamento da musculatura e a remoção de pele.

A lipoabdominoplatia é a técnica preferencialmente utilizada quando existe predomínio de gordura na parede anterior do abdomen em relação a flacidez de pele e dos músculos abdominais. O excesso de pele resultante após a lipoaspiração é removido e produz uma cicatriz posicionada na região acima da púbis, de extensão variável conforme cada caso em particular. A musculatura  também é reestruturada com uma plicatura, para dar um tônus mais adequado a parede abdominal anterior.

A cirurgia é realizada utilizando a anestesia peridural ou anestesia geral, e a permanência hospitalar é de 24 horas.

Na recuperação a drenagem linfática é de extrema importância devido utilização da lipoaspiração, iniciando precocemente no pós-operatório.

Abdominoplastia
Abdominoplastia
Ver mais

A abdominoplastia é indicada para os casos onde existe a associação de flacidez de pele, acúmulo de gordura localizada e o afastamento dos músculos da parede anterior do abdômen. Estas mudanças que ocorrem em consequência do envelhecimento, perdas grandes de peso e em especial após a gestação, causam profundo desconforto e consequente baixa auto estima. Na cirurgia é possível  reconstruir a parede abdominal e refazer o seu tônus, reposicionando a musculatura com uma plicatura completa.

A cicatriz resultante da cirurgia é localizada no abdômen inferior junto ao púbis, estendendo-se lateralmente de acordo com a necessidade de ajuste da pele. A associação da lipoescultura é comum para definição da cintura, do contorno corporal posterior e nádegas trazendo uma silhueta jovem e harmoniosa. A cirurgia é realizada normalmente sob anestesia peridural ou anestesia geral, e o tempo de internação habitual é de 24 horas. No pós-operatório o  repouso com afastamento das atividades habituais por 30 dias é indicado para uma recuperação segura e tranquila.

A reabilitação pós-operatória é composta pelo uso diário e contínuo por 2 meses de uma cinta modeladora, associada ao trabalho de drenagem linfática com objetivo de acelerar a solução do edema (inchaço). As mudanças de hábitos nutricionais e de condicionamento físico auxiliam na manutenção das alterações da silhueta corporal promovidas por este tipo cirurgia. O retorno as atividades físicas necessita de uma programação adequada e acontecerá conforme a resposta individual de cada paciente.

Lipoaspiração
Lipoaspiração
Ver mais

A cirurgia de lipoaspiração trata a gordura localizada com o objetivo de melhorar a silhueta corporal nos pacientes que estão próximos ao seu peso ideal. Respeitando critérios em relação ao volume total de gordura a ser removida é possível tratar várias áreas no mesmo ato operatório. As regiões mais comuns de tratamento da gordura localizada corporal são o abdômen e a cintura. O método de tratamento consiste na introdução de uma cânula no subcutâneo que ligada a uma aparelho à vácuo e vibração  aspira a gordura localizada. Durante o procedimento existe a possibilidade de retirar maior ou menor quantidade de gordura das áreas de acúmulo, previamente demarcadas na véspera da cirurgia.

As células de gordura vivas também podem ser enxertadas no subcutâneo e na musculatura das nádegas, e outras regiões que se fizerem necessárias, neste caso o procedimento é denominado de lipoescultura. A cirurgia poderá ser realizada sob anestesia local com sedação, peridural ou anestesia geral. A alta hospitalar ocorre no mesmo dia, ou no dia seguinte dependendo da avaliação médica. Por questões de segurança não indicamos a retirada de grandes volumes de gordura, devido as alterações metabólicas, perda de líquido e sangue que ocorrem nesta situação.

A reabilitação através da drenagem linfática pós-operatória  e o uso diário contínuo por 2 meses da malha modeladora são essenciais. Estas medidas aceleram e aprimoram as mudanças obtidas, sendo fundamentais para o sucesso deste tipo de cirurgia. O retorno precoce as atividades físicas pode ocorrer após a segunda semana, porém é importante evitar o sol nos primeiros 2 a 3 meses pra prevenir o aparecimento de manchas escuras na  pele da região operada.

Lipoescultura
Lipoescultura
Ver mais

O contorno corporal poderá ser aprimorado transferindo o tecido adiposo aspirado das áreas em excesso para as regiões com depressão, criando uma silhueta suave e homogênea.

É possível realizar a remoção do excesso de gordura localizada em vários segmentos do corpo. Os principais são o pescoço, braços, abdomen, cintura, dorso, coxas,culotes e joelhos. As células de gordura vivas que foram coletadas podem ser enxertadas com segurança no subcutâneo e na musculatura das nádegas, e outros locais de depressão, auxiliando na escultura corporal desejada.

A cirurgia poderá ser feita sob anestesia local com sedação, peridural ou anestesia geral. A alta hospitalar ocorre no mesmo dia ou no dia seguinte dependendo da avaliação médica. O uso de cinta modeladora por 2 a 3 meses e a reabilitação com a drenagem linfática manual, são fundamentais para reduzir o inchaço e garantir o sucesso da cirurgia.

Gluteoplastia
Gluteoplastia
Ver mais

A inclusão de um implante de silicone refaz o contorno e acrescenta volume as nádegas. A lipoescultura pode ser associada na região da cintura e culotes.

Esse procedimento é indicado para pacientes com pouco volume ou até mesmo para glúteos levemente caídos. A escolha do tamanho e forma das inclusões de silicone são feitas na consulta, onde a paciente tem a oportunidade de externar suas expectativas e o profissional avalia a indicação mais adequada.

A cirurgia é realizada com a paciente em decúbito ventral ou seja “de bruços”.

A introdução da prótese glútea ocorre por uma incisão localizada no espaço interglúteo, o que normalmente produz uma cicatriz bem posicionada e oculta nesta dobra natural entre as nádegas. A técnica de escolha posiciona as próteses de silicone especialmente desenvolvidas para esta região no interior do músculo glúteo, deixando-as cobertas e protegidas. A anestesia pode ser peridural ou anestesia geral e,  a alta hospitalar ocorre normalmente no dia seguinte após a avaliação médica. Na reabilitação pós-operatória  inicial é muito importante a fisioterapia  com a drenagem linfática manual e os cuidados com a movimentação e postura. O retorno as atividades habituais ocorre em um prazo de aproximadamente 30 dias. A recuperação completa é observada em torno de  6 meses, quando as mudanças do contorno corporal posterior poderão ser apreciadas.

Cruroplastia
Cruroplastia
Ver mais

A cirurgia plástica de coxa interna corrige o excesso de pele e a gordura localizada nas coxas. É realizado uma incisão sobre a linha da virilha e na parte interna da coxa, onde a pele será puxada para cima e seu excesso retirado. Uma lipoaspiração da coxa interna frequentemente é associada para diminuir o volume e o peso na pele da região. Em pacientes com gordura localizada e sem flacidez de pele, a lipoaspiração poderá ser suficiente para harmonizar o contorno local. Na presença de flacidez de pele significativa  é necessário a retirada de pele para maximizar os resultados. Naturalmente a extensão das cicatrizes é diretamente proporcional ao grau de flacidez presente.

A cirurgia é realizada com anestesia peridural ou anestesia geral, e a alta hospitalar normalmente ocorre no dia seguinte. Este procedimento tornou-se mais frequente com o aumento no número de pacientes que se submetem a regimes ou cirurgias bariátricas com grandes variações de peso.

Braquioplastia
Braquioplastia
Ver mais

A plástica dos braços tem a finalidade de ajustar a flacidez e o eventual acúmulo de gordura que acompanha esta situação. Na cirurgia com frequência é realizada uma correção da porção lateral do tórax  para obter um contorno equilibrado entre o tronco e o membro superior.

A técnica cirúrgica habitualmente associa a lipoaspiração para tratar o depósito localizado de gordura, com a remoção do excesso de pele da região. A cicatriz resultante deverá ficar localizada preferencialmente no oco axilar e conforme a necessidade se estende para a parte interna do braço.

A plástica dos braços pode ser realizado com sedação e anestesia local ou anestesia geral. A alta hospitalar ocorre no mesmo dia ou no dia seguinte dependendo da avaliação médica. Este procedimento  tornou-se mais frequente com o aumento no número de pacientes que se submetem a regimes ou cirurgias bariátricas com grande variações de peso.

Lifting Facial
Lifting Facial
Ver mais

A plástica de face e pescoço tem como objetivo atenuar os traços decorrentes do processo de envelhecimento. O envelhecimento intrínseco ou cronológico é decorrente da genética e da idade, e se manifesta por flacidez de pele, acúmulo de gordura, e queda dos tecidos por ação da  gravidade e da perda de sustentação da musculatura facial. A exposição solar excessiva pode levar a alterações da estrutura da pele, chamada de fotoenvelhecimento, com perda do tônus e elasticidade. Estas alterações associadas ao  stress do cotidiano, resultam no aparecimento de sinais de envelhecimento de origem extrínseca. Habitualmente temos as causas intrínsecas e extrínsecas atuando simultaneamente em todos os componentes da estrutura facial.  A gordura da face é absorvida, os músculos ficam flácidos e a pele perde a elasticidade.  Aparecem rugas na região frontal e ao redor dos olhos, queda das sobrancelhas, sobra cutânea e bolsas nas pálpebras, queda das bochechas, com acentuação do sulco entre o nariz e a boca e acúmulo de gordura e flacidez no pescoço.

A plástica de face atenua os sinais visíveis do envelhecimento através da remoção de gordura excessiva, reposicionamento da musculatura subjacente e retirada do excesso de pele. A reposição volumétrica com enxertos de gordura possibilita uma reengenharia com melhora estética dos ângulos faciais. Uma cirurgia bem executada tem como princípio reposicionar os tecidos na sua posição original, evitando uma aparência “esticada” e artificial. A cirurgia é realizada em ambiente hospitalar, sob anestesia geral. A permanência hospitalar de 24 horas traz conforto e segurança ao paciente.

O inchaço e o aparecimento de manchas roxas chamadas equimoses são normais após esta cirurgia e tendem a se concentrar na região da mandíbula e ao redor dos olhos e orelhas. A drenagem linfática manual auxilia a reabilitação tratando o acúmulo de líquido nos tecidos adjacentes da face e pescoço, além de proporcionar um conforto maior ao paciente na fase inicial do pós-operatório. A proteção contra raios solares é fundamental durante o pós-operatório e visa maximizar a qualidade das cicatrizes, acelerar a reabsorção do inchaço e evitar manchas na pele.

Videoendoscopia Frontal
Videoendoscopia Frontal
Ver mais

A videoendoscopia permite tratar e suspender as estruturas profundas através de incisões mínimas em pacientes ainda jovens ou com queda e flacidez discreta na face.

O lifting é realizado utilizando pequenas incisões no couro cabeludo de 0,5 a 2 cm, ocultas na região frontal e temporal. O uso do endoscópio auxilia na dissecção das estruturas anatômicas, nas suturas de suspensão e no reposicionamento dos tecidos. A correção da queda das sobrancelhas e da pálpebra superior, a suspensão do terço médio da face e a atenuação do bigode chinês são possíveis através desta técnica. Este procedimento cirúrgico poderá ser associada a cirurgia das pálpebras, a plástica do nariz, a plástica de orelhas em abano, a mentoplastia, a lipoaspiração de submento e ao enxerto de gordura na face.

Cirurgia realizada em ambiente hospitalar sob anestesia geral. O inchaço da face é variável e as drenagens linfáticas auxiliam na reabilitação pós-operatória.

Lifting das Sombrancelhas
Lifting das Sombrancelhas
Ver mais

A técnica videoendoscópica frontal para correção da queda e assimetria das sobrancelhas produz um efeito rejuvenescedor, e possibilita  também o tratamento funcional da musculatura frontal e dos corrugadores responsáveis pela expressão facial exagerada.

Esta cirurgia pode ser associada a cirurgia das pálpebras para obter uma melhora mais efetiva e harmoniosa da parte superior da face. O procedimento é realizado através de pequenas incisões que ficam escondidas no couro cabeludo da região frontal e, com o auxílio do endoscópio e instrumentais específicos, são tratados os músculos e reposicionados os tecidos da região.

A cirurgia é realizada com s anestesia geral, e a alta hospitalar ocorre em 24 horas dependendo da avaliação médica. Os pontos são removidos em uma semana. O retorno as atividades habituais ocorre após 5 a 7 dias da cirurgia.

Blefaroplastia
Blefaroplastia
Ver mais

A aparência de cansaço produzida pelo excesso de pele associado a presença de bolsas palpebrais é sem dúvida o maior indicador de envelhecimento da face.

A plástica das pálpebras é realizada através de um procedimento simples, porém extremamente delicado, visando remover os excessos e reposicionar as estruturas anatômicas que incluem as bolsas, a musculatura e a pele. A cirurgia é executada sob sedação e anestesia local ou anestesia geral. A alta hospitalar ocorre no final do dia ou no dia seguinte conforme avaliação médica.

É importante o repouso e a realização de compressas geladas nas pálpebras nas primeiras 48 horas. A retirada dos pontos ocorre 4 a 5 dias após a cirurgia, sendo possível retornar as atividades em 7 a 10 dias.

A naturalidade obtida com a cirurgia das pálpebras caracteriza-se pelo retorno do aspecto jovial do olhar, elemento fundamental na aparência da face rejuvenescida.

Ocidentalização
Ocidentalização
Ver mais

A pálpebra oriental superior caracteriza-se pela ausência parcial ou total do sulco (prega) na porção superior.

Esta prega natural poderá ser produzida cirurgicamente através da chamada ocidentalização, que consiste na remoção de uma pequena porção de pele e músculo da pálpebra superior, afim de criar a prega palpebral.

A cirurgia é realizada sob sedação e anestesia local ou anestesia geral, com alta hospitalar no final do dia. O resultado obtido produz uma mudança estética agradável, suavizando os traços da face oriental, e valorizando ainda mais sua beleza exótica.

Rinoplastia
Rinoplastia
Ver mais

O nariz representa a personalidade do indivíduo e a sua correção harmoniosa envolve mudanças em sua estrutura, respeitando os demais elementos anatômicos da face. A técnica aberta permite o tratamento da ponta nasal, o uso de enxertos de cartilagem, o tratamento da parte óssea, e a correção de desvios no septo nasal. A estética nasal é melhorada respeitando a função primordial de saúde do nariz que é a respiração, quando necessário são realizados tratamentos funcionais (como desvio de septo) associados no mesmo ato operatório.

O equilíbrio estético da face está intimamente relacionado a forma e proporção do nariz em si, e da sua correlação com os demais elementos anatômicos da estrutura facial. É possível através de um estudo criterioso da harmonia facial promover mudanças no aspecto e tamanho do nariz e assim torná-lo mais adequado as dimensões da face. A avaliação psicológica realizada na consulta é fundamental para adequar a nova imagem do nariz à expectativa do paciente.

A cirurgia é realizada sob ou anestesia geral, com alta hospitalar no dia seguinte conforme avaliação médica. O acompanhamento pós-operatório é iniciado na clínica após 24 a 48 horas, e segue a retirada da modelagem após 7 a 10 dias.

A rinoplastia necessita de um período mínimo de 9 meses a 1 ano para completa reabilitação. A mudança estética planejada vai surgindo progressivamente com o processo de cicatrização e recuperação do inchaço.

A cirurgia Plástica do nariz traduz a relação entre a técnica cirúrgica e arte, na busca da harmonia e beleza facial.

Plástica do Mento
Plástica do Mento
Ver mais

A perfiloplastia consiste no estudo dos elementos que constituem o perfil facial e sua harmonia. Nesta avaliação, o tamanho e projeção do mento (queixo) podem ser alterados afim de atingir o equilíbrio desejado. É necessário também a realização de um estudo pré-operatório da oclusão dos maxilares, buscando alterações que possam necessitar de tratamento ortodôntico ou correção cirúrgica associada.

A plástica do mento poderá ser realizada através de cirurgias que atuam na parte óssea (osteotomias), ou através da inclusão de substâncias como a biocerâmica (hidroxiapatita e beta-tricálcio-fosfato dependendo do objetivo a ser alcançado. A presença do acúmulo de gordura pode ser tratada removendo o excesso cirurgicamente, assim como podemos adicionar volume e projeção através da adição de um enxerto de gordura.

A cirurgia é realizada sob sedação e anestesia local ou anestesia geral, a alta hospitalar ocorre no final do dia ou no dia seguinte conforme avaliação médica.

A presença do edema (inchaço) é maior nas primeiras 72 horas, cedendo progressivamente.

A mudança do perfil necessita com frequência da associação de uma rinoplastia (plástica do nariz), afim de harmonizar mento e nariz ao restante da face.

Otoplastia
Otoplastia
Ver mais

A plástica de orelhas consiste na modelagem da cartilagem e reposicionamento do pavilhão auricular próximo a cabeça. Este é um procedimento de recuperação rápida e de efeito relevante na beleza da face.

A alteração anatômica congênita da estrutura da orelha é chamada de orelha em abano.

O aspecto inestético da orelha em abano produz um estigma social negativo muito forte. A correção cirúrgica na infância poderá evitar distúrbio comportamental na idade adulta.

A cirurgia consiste na correção do ângulo formado entre a orelha e a cabeça, além da modelagem da cartilagem para refazer as curvas e dobras naturais. A idade ideal para a realização desta correção inicia após os 5 e 7 anos, quando o desenvolvimento da orelha já está completo. A cirurgia poderá ser realizada sob anestesia geral ou sedação associada a anestesia local.

Habitualmente não há necessidade de internação, podendo receber alta após a recuperação anestésica ou no final do dia.

A mudança obtida poderá ser observada progressivamente com o processo de cicatrização e recuperação do inchaço (edema), finalizando em torno de 6 meses após a cirurgia.

Rugas de Expressão
Rugas de Expressão
Ver mais

O procedimento mais utilizado para fins estéticos em todo o mundo é o tratamento das rugas de expressão decorrentes da ação exagerada da mímica facial, especialmente no terço superior da face e ao redor dos olhos (pés de galinha), é realizado utilizando uma agulha muito fina que permite a introdução seletiva do produto nos grupos musculares escolhidos pelo especialista.

A ação medicamentosa promove a diminuição da força muscular, suavizando as rugas de expressão. Este efeito tem a duração de 4 a 6 meses, podendo ser repetido após este período sem nenhum dano ao organismo.

A indicação para tratamento das rugas de expressão foi ampliada para o uso na elevação da ponta nasal, correção da assimetria das sobrancelhas e atenuação das rugas dos lábios e do pescoço.

O medicamento quando aplicado no couro cabeludo reduz a atividade das glândulas sudoríparas e com isso controla a sudorese local. Esta aplicação poderá ser repetida conforme a necessidade, e com isso controlar o desconforto da hiperhidrose em homens e mulheres.

Rejuvenescimento Labial
Rejuvenescimento Labial
Ver mais

O envelhecimento leva a perda de volume e definição do contorno natural dos lábios e ao surgimento de rugas verticais ao redor da boca.

Existem várias técnicas que podem ser utilizadas para promover o rejuvenescimento labial, e também para para dar volume e definição aos lábios de pacientes jovens que não estão satisfeitos com sua aparência.  O procedimento de enxerto de gordura utiliza células do próprio organismo obtidas através de uma lipoaspiração convencional. As células de gordura são transferidas para os lábios, afim de devolver seu volume e contorno.

O preenchimento e o contorno dos lábios pode ser realizado com a aplicação de ácido hialurônico. As rugas verticais ao redor dos lábios são atenuadas com a aplicação do produto medicamentoso.

O ácido hialurônico está presente no organismo humano principalmente na pele, no processo de envelhecimento esta substância se degrada e a sua capacidade de reposição fica diminuída. Esta substância sintetizada em laboratório é biodegradável podendo ser utilizada com segurança.

O ácido hialurônico é utilizado também para o preenchimento de sulcos como o “bigode chinês” e das rugas profundas e superficiais presentes na face, complementando o trabalho de rejuvenescimento labial.

Hidratação Facial
Hidratação Facial
Ver mais

A hidratação da pele está na dependência de diversos fatores como estado de saúde, alterações hormonais, exposição solar, fatores genéticos, e de cuidados e com a pele.

Os hidratantes (skinboosters) agem como um reservatório de hidratação de longa duração, melhorando a luminosidade, suavidade e maciez da pele.

Com o equilíbrio hídrico restaurado, é possível atingir melhora na elasticidade e na estrutura da pele, aumentando o seu brilho e firmeza.

O ácido hialurônico em uma apresentação molecular adequada pode ser aplicado através de micropuncturas superficiais na pele, para difundir e permear a água e com isso melhorar a hidratação. O tratamento é efetivo para a pele da face, pescoço, colo, dorso das mãos e áreas com cicatrizes de acne. A hidratação injetável pode ser realizada em sessões a cada 3 ou 6 meses.

Sculptra™
Sculptra™
Ver mais

Sculptra™ é uma substância sintética composta de ácido poli-L-lático, biocompátivel e biorreabsorvível. Sua ação ao ser injetado na derme profunda ativa a produção de colágeno aumentando a espessura da pele, suavizando as marcas e linhas e o contorno do rosto.

O número de sessões assim como a quantidade de produto aplicada em cada sessão é uma decisão médica, que leva em consideração particularidades de cada paciente.

Em média, são necessárias de 2 a 3 sessões de aplicação, com intervalo de 4 a 6 semanas.

Sculptra™ apresenta resultados evidentes a partir da segunda sessão, que  permanecem por cerca de 2 anos.

Preenchimento Facial
Preenchimento Facial
Ver mais

A reposição volumétrica da face, a suavização dos sulcos naturais e rugas produz um efeito rejuvenescedor. A adição seletiva de volume na região malar, ângulo da mandíbula, mento,”bigode chinês” e lábios acentuam a beleza da face. A preferência no uso de produtos biodegradáveis como o ácido hialurônico amplia as indicações, com toda segurança que oferece uma medicação de uso universal.

O envelhecimento produz rugas finas ao redor da boca e do lábio e, rugas mais profundas na face e pescoço. Os sulcos naturais como o chamado “bigode chinês” ficam mais acentuados e deixam o semblante mais pesado.

A técnica de preenchimento consiste em adicionar o produto sob a pele, de maneira a atenuar a ruga ou sulco natural. Projetar os ângulos da face volumizando a região escolhida no plano muscular.

O ácido hialurônico é uma substância sintetizada em laboratório e similar a existente na matriz extracelular da pele. É absorvida no organismo após cerca de 12 a 18 meses da aplicação e não existe relato médico de rejeição ou alergia.

O preenchimento é realizado após avaliação criteriosa, na própria clínica e sob anestesia local se necessário. O inchaço é controlado com o uso de bolsa de gelo e em 48 horas é possível retornar ás atividades habituais.

Hiperidrose
Hiperidrose
Ver mais

A transpiração excessiva tem um impacto muito grande na qualidade de vida das pessoas afetando seu grau de auto confiança. Esta situação pode afetar o relacionamento interpessoal e profissional de maneira significativa, sendo fator limitador e de baixa auto estima.

O produto medicamentoso quando aplicado na região axilar, palma das mãos e região plantar reduz a atividade das glândulas sudoríparas e consequente sudorese local. Esta aplicação poderá ser repetida conforme a necessidade, e com isso controlar o desconforto da hiperidrose. O efeito tem duração de cerca de 6 meses podendo ser repetido após este período sem nenhum dano ao organismo.

Ginecomastia
Ginecomastia
Ver mais

O ginecomastia é o aumento da glândula mamária masculina. Esta situação produz um aspecto inestético com tradução psicológica de baixa auto estima muito forte, especialmente no adolescente e adulto jovem.

A ginecomastia é uma condição comum em homens de qualquer idade, podendo ser resultado de alterações hormonais, condições de hereditariedade, doença ou utilização de certas medicações.

A correção da ginecomastia é feita pela remoção cirúrgica da glândula mamária e, habitualmente com a associação da lipoaspiração para a correção do acúmulo de gordura (lipomastia) presente na região.

A cirurgia é realizada sob sedação e anestesia local ou anestesia geral, e a alta hospitalar ocorre no final do dia ou no dia seguinte conforme avaliação médica.

O retorno as atividades físicas e profissionais poderá ocorrer após 7 a 10 dias.

Oncologia Cutânea
Oncologia Cutânea
Ver mais

O câncer de pele é o mais frequente entre todos os tipos de câncer diagnosticados no Brasil e possui diferentes subtipos. Quando detectado precocemente é o que possui os mais altos índices de sucesso no tratamento e o diagnóstico, na maioria dos casos, pode ser realizado apenas com exame físico.

Já os sintomas mais comuns incluem as pintas que começam a apresentar mudanças em suas características (coloração, tamanho, irregularidade das bordas, etc.), lesões ou manchas de crescimento progressivo, que apresentam coceira ou sangramento.

A técnica cirúrgica consiste na remoção total das lesões observadas na pele diagnosticadas como câncer. Para isto, são identificadas as patologias e estudados os melhores métodos para obter um bom resultado estético final.

Com a remoção das lesões, a cirurgia pode se resumir à simples retirada delas e o fechamento da pele ou ainda pode ser necessária a utilização de enxertos ou retalhos para fazer o devido fechamento da lesão, necessidade que pode ser agravada no caso das lesões malignas, uma vez que as margens de ressecação são ampliadas para biópsia posterior.

Tem alguma dúvida?

Entre em contato pelo telefone abaixo
ou envie um e-mail para nossa equipe.


(49) 99954.4102

contato@arthurhoffmann.com.br

Rua Frei Edgar, 138 - Ed. Unique Office, Sala 305 - Joaçaba/SC


Acompanhe nosso trabalho: